Só 13% dos adultos entre 20 e 49 anos foram imunizados contra o sarampo

Dados preliminares divulgados pelo Ministério da Saúde revelam que menos de 12 milhões de pessoas entre 20 e 49 anos foram vacinadas contra o sarampo.

A campanha nacional para imunizar essa parcela da população começou no dia 16 de março e terminou na última sexta-feira, 30 de outubro.

Segundo o balanço preliminar, 11 milhões e 700 mil adultos da faixa etária em questão receberam a dose, o que representa 13 em cada 100 pessoas do público-alvo.

O estado que mais se aproximou da meta, que era a de vacinar 90% dos 90 milhões de adultos entre 20 e 49 anos do país, foi o Amapá. No estado, a cobertura vacinal foi de 85%.

Já o Rio Grande do Sul foi a unidade da federação que menos vacinou: a cobertura vacinal atingida no período da campanha não chegou a 1%.

Importante lembrar que a vacina contra o sarampo fica disponível durante o ano inteiro em mais de 40 mil postos de saúde em todo o país – o que significa que, mesmo com o fim da mobilização nacional, as pessoas podem se vacinar.

E a imunização contra o sarampo é a principal medida de prevenir e controlar a doença, que é grave e transmitida com facilidade, por aérea ao tossir, espirrar, falar ou respirar.

Pra você ter uma ideia, segundo  Ministério da Saúde, uma pessoa contaminada pode transmitir sarampo para até 18 outras pessoas.

De acordo com o mais recente Boletim Epidemiológico, neste ano de 2020, até 3 de outubro, foram notificados 16 mil, 104 casos de sarampo em 21 estados e, no período, foram registrados sete mortes: uma em São Paulo, uma no Rio de Janeiro e cinco no Pará.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *